Solar Impulse começa vôo teste de 24 horas

Lançado em 2003, projeto tem como objetivo provar que é possível voar ao redor do mundo usando fontes de energia renováveis

Karina Ninni, Com agências internacionais

07 Julho 2010 | 19h36

Nesta quarta-feira o Solar Impulse HB-SIA, projeto de avião movido a energia solar de cientistas franco-suíços capitaneados por Bertrand Piccard, começou uma viagem teste de 24 horas. Piccard, que além de aeronauta é psiquiatra, ficou famoso ao lançar-se na primeira viagem ininterrupta de balão ao redor do mundo, tornando-se conhecido como o "cientista-aventureiro". Ele preside a ong "Winds of Hope" (Ventos da Esperança) e é embaixador da boa-vontade da ONU (Organização das Nações Unidas).

 

O avião decolou pouco antes das 7h da manhã de hoje (horário da Europa Central) da base aérea de Payerne (Suíça) com André Borscherg, co-fundador do projeto, como piloto. Segundo os planos traçados pela equipe, o protótipo estaria em ascensão até as19h30, alcançando uma altitude de 8.500 metros, e carregando suas baterias para o vôo noturno. Quando os raios solares não fossem mais fortes o suficiente para abastecer as células fotovoltáicas com energia (cerca de duas horas antes do pôr do sol), o HB-SIA começaria a descer lentamente, alcançando uma altitude de 1.500 por volta das 23h.

 

Lançado em 2003, o projeto tem como objetivo demosntrar a viabilidade do uso de fontes renováveis de energia sendo o primeiro a fazer uma viagem ao redor do mundo usando apenas energia solar, captada por 12 mil célular fotovoltaicas. O avião tem 61 metros de envergadura de asa é movido por quatro motores eléctricos, sendo projetado para voar de dia e de noite por meio do acúmulo de energia em baterias de alta potência.

 

Piccard espera, junto com seu parceiroAndré Borschberg, conseguir o feito de viajar ao redor do mundo com a próxima versão do avião, o HB-SIB, que deve estar pronto em 2012.

Mais conteúdo sobre:
Solar Impulse energia solar vôo teste

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.