Sobe para 6 total de mortos por tempestade tropical nos EUA

A tempestade tropical Nicole voltou a atingir na sexta-feira o leste dos Estados Unidos com fortes chuvas e ventos, causando inundações e a morte de uma mulher na Pensilvânia.

REUTERS

01 Outubro 2010 | 21h46

O carro da vítima caiu em um córrego que transbordou, elevando o total de mortos pela tempestade nos Estados Unidos para ao menos seis pessoas, depois que cinco morreram nesta semana na Carolina do Norte.

Nicole foi uma tempestade tropical fraca durante apenas seis horas na quarta-feira, mas o amplo sistema descarregou fortes chuvas na Jamaica, nas ilhas Cayman, em Cuba, no sul do Estado norte-americano da Flórida e nas Bahamas antes de seguir rumo ao norte.

O governo da Carolina do Norte declarou estado de emergência e funcionários locais advertiram que o nível de córregos e rios continuará crescendo mesmo após a passagem da tempestade.

Alertas de inundação estavam em vigência em partes de Nova York, Pensilvânia, Connecticut, Massachusetts, Carolina do Norte e do Sul, Virginia, Maryland e Washington D.C.

As chuvas que começaram na quarta-feira atingiram máximas históricas em várias regiões, disse um meteorologista do Serviço Nacional do Clima, Dan Peterson.

As equipes de resgate usaram embarcações para chegar até as pessoas que ficaram isoladas em suas casas e em carros que foram cercados pelo rápido avanço das águas.

Cerca de 30 mil clientes ficaram sem energia elétrica em Connecticut e Massachusetts. A tempestade deve provocar 150 milímetros de chuva nesta região.

Meteorologistas registraram ventos com velocidades de até 72 quilômetros por hora em Massachusetts. O serviço meteorológico privado Accuweather previu que a tempestade teria efeitos "semelhantes aos de um furacão".

Os passageiros no Aeroporto Internacional Boston Logan enfrentaram atrasos causados pelas fortes chuvas.

Voos também foram atrasados no Aeroporto Internacional John F. Kennedy, nos aeroportos Newark Liberty e LaGuardia, na região metropolitana de Nova York.

A previsão é de frio após a passagem da tempestade, informou o Serviço Nacional do Clima.

Na montanhosa ilha da Jamaica, três dias de chuvas torrenciais provocadas pelo sistema climático causaram inundações repentinas nas quais morreram 12 pessoas. Outras oito estavam desaparecidas.

Nicole é a 14a tempestade batizada na temporada de furacões do oceano Atlântico, que termina em 30 de novembro.

(Reportagem de Svea Herbst-Bayliss e Scott Malone, em Boston; de Bernd Debusmann Jr., Jonathan Oatis e Chris Michaud, em Nova York; de Jane Sutton, em Miami; e de Gene Cherry, em Salvo, na Carolina do Norte)

Mais conteúdo sobre:
CLIMA TEMPESTADE EUA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.