Santos consegue autorização para exportar amianto

A substância, que pode causar câncer, já foi banida em mais de 50 países

Andrea Vialli, O Estado de S. Paulo

29 Julho 2010 | 13h45

Apesar de o Estado de São Paulo ter publicado lei que proíbe o uso de produtos que contenham amianto, o porto de Santos recebeu autorização para exportar o mineral.

 

A sentença foi julgada procedente pelo juiz federal Décio Gabriel Gimenez, substituto da 4.ª Vara Federal em Santos/SP. Para o juiz, a lei não alcança o transporte, a armazenagem ou a realização do comércio exterior.

 

A lei federal 9.055/95 permite a produção e o comércio do amianto no País, mas a substância, que pode causar câncer, já foi banida em mais de 50 países.

Mais conteúdo sobre:
Santos amianto meio ambiente

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.