Presidente francês quer acabar com o desmatamento até 2030

O presidente francês, Nicolas Sarkozy, convidou nesta sexta-feira a comunidade internacional a acabar até 2030 com o desmatamento, responsabilizado por 20 por cento das emissões de gases do efeito estufa no mundo.

REUTERS

27 Novembro 2009 | 18h42

O presidente francês falou a dezenas de chefes de Estado e de governo dos países do Commonwealth reunidos em uma cúpula em Port of Spain, no arquipélago de Trinidad e Tobago, no Caribe.

"Proponho que adotemos juntos o objetivo de reduzir à metade o desmatamento daqui até 2020 e de acabar com ela até 2030. E devemos começar sem espera", acrescentou.

Assim como o premiê britânico Gordon Brown, Sarkozy propõe que a cúpula de Copenhague sobre o clima, que começa em 7 de dezembro, preveja um primeiro compromisso financeiro de 10 bilhões de dólares por ano para 2010, 2011 e 2012 a fim de ajudar os países mais pobres a lutar contra o aquecimento mundial e seus efeitos.

Sarkozy espera que 20 por cento desta soma seja consagrada à luta contra o desmatamento e que esse esforço seja acentuado a partir de 2013.

O presidente francês participou na quinta-feira da cúpula dos países amazônicos e a França, em Manaus, a convite de seu colega Luiz Inácio Lula da Silva.

Mais conteúdo sobre:
CLIMA SARKOZY DESMATAMENTO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.