Heloisa Ballarini/Secom/Prefeitura de São Paulo
Heloisa Ballarini/Secom/Prefeitura de São Paulo

Prefeitura de SP lança aplicativo com informações sobre serviço de limpeza

Ferramenta permitirá acompanhar em tempo real localização dos caminhões de coleta seletiva e domiciliar, assim como conferir datas e horários em cada região

Marco Antônio Carvalho, O Estado de S.Paulo

15 Março 2017 | 16h00

SÃO PAULO - A Prefeitura de São Paulo lançou nesta quarta-feira, 15, o aplicativo do Programa Limpa-Rápido, plataforma que reunirá informações sobre todos os serviços de limpeza, coleta e destinação de resíduos do Município. Com a ferramenta, será possível, por exemplo, acompanhar em tempo real a localização dos caminhões de coleta seletiva e domiciliar, assim como conferir datas e horários em cada região. 

A administração informou que o aplicativo começou a ser desenvolvido no início deste ano e visa a facilitar o acesso aos serviços de limpeza urbana, "uma vez que centraliza informações das quatro empresas responsáveis pelo trabalho na cidade".

O desenvolvimento da ferramenta foi feita pelo setor privado e doado à Prefeitura, que não informou os custos envolvidos. 

O download da ferramenta estará disponível a partir do dia 25 na Play Store e na Apple Store. A solicitação de serviços de limpeza de bueiros, capinagem, varrição de rua e a retirada de entulho em pontos de descarte irregular continua ocorrendo pelo Disque Limpa-Rápido, um 0800 que será divulgado por meio do aplicativo. 

O secretário de Prefeituras Regionais e vice-prefeito, Bruno Covas (PSDB), destacou os custos com o descarte irregular de resíduos. "Vimos aumentar no ano passado em grande a quantidade o número de pontos irregulares de descarte. Em 2016, foram mais de 3,7 mil pontos identificados na cidade", disse. 

Para o prefeito João Doria (PSDB), o aplicativo representa modernidade. "É uma evolução importante que nos coloca no mesmo patamar de capitais europeias, americanas e canadenses, além de outras grandes metrópoles. Em tempo real, veremos a localização do caminhão da coleta de lixo", disse em entrevista na sede da Prefeitura, nas imediações do Viaduto do Chá. 

De acordo com a Prefeitura, as empresas responsáveis pela limpeza urbana recolhem todos os dias cerca de 12 mil toneladas de lixo na cidade. A capital conta com 150 mil lixeiras espalhadas pelas ruas, além de 1,5 mil pontos de entrega voluntária e 98 ecopontos.

Entre janeiro e fevereiro, foram recolhidos 16 mil toneladas de resíduos em pontos de descarte irregular. A multa para a prática é de R$ 18.421,20, se for identificada em flagrante. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.