Papa pede mais ação internacional para deter tragédias com imigrantes

O papa Francisco fez, em discurso neste domingo após o incidente em que 700 imigrantes pode ter morrido no mar Mediterrâneo, um apelo à comunidade internacional para que sejam tomadas medidas rápidas e decisivas para evitar mais tragédias.

REUTERS

19 Abril 2015 | 12h51

“Há homens e mulheres conosco, nossos irmãos em busca de uma vida melhor, famintos, perseguidos, feridos, explorados, vítimas das guerras. Estão buscando uma vida melhor”, disse a dezenas de milhares de pessoas na praça São Pedro em sua pregação de meio-dia do domingo.

“Diante desta tragédia, expresso a dor do meu coração e prometo recordar as vítimas e suas famílias em minhas orações”, disse, à parte do texto que havia preparado.

“Faço um apelo sentido à comunidade internacional para uma reação decisiva e rápida para que estas tragédias não se repitam”, disse, antes de pedir à multidão que rezem “por estes irmãos e irmãs.”

O último desastre ocorreu quando um barco que transportava imigrantes tombou na costa da Líbia durante a noite, em um dos piores desastres vistos na crise de imigração no mar Mediterrâneo.

(Reportagem de Philip Pullella)

Mais conteúdo sobre:
RELIGIAO PAPA IMIGRANTES*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.