Orcas da Antártida trabalham em grupo para capturar foca

O pesquisador Robert Pitman fotografou o momento em que três orcas criam uma onda para tirar a foca de um bloco de gelo

BBC Brasil, BBC

19 Outubro 2011 | 06h57

Um pesquisador americano registrou o momento em que um grupo de orcas põe em prática uma estratégia coletiva para capturar uma foca na Antártida. O cientista marinho Robert Pitman, do Administração Oceânica e Atmosférica Nacional na Califórnia, Estados Unidos, trabalhava como consultor para uma equipe da BBC quando a cena aconteceu.

Nas imagens, os três cetáceos (membros da família Delphinidae, a mesma dos golfinhos) criam uma onda sobre o bloco de gelo onde está a foca, fazendo com que ela se desequilibre e caia no mar.

 

 

 

"Há três tipos diferentes de orcas na Antártida, mas este tipo é especialista em focas", disse o cientista à BBC Brasil.

Pitman e seu colega Robert Durham publicaram um estudo após semanas observando o comportamento das orcas na região.

Segundo a pesquisa, os cetáceos trabalham sempre em conjunto no momento da caça e a estratégia da onda funciona três de cada quatro vezes em que é utilizada.

"Elas formam famílias e fazem tudo cooperativamente. Vimos grupos de até 15 delas", diz.

De acordo com Pitman e Durham, as orcas também dividem a tarefa de retirar a pele e dissecar as focas capturadas.

Os cetáceos, que chegam a ter 9,5 metros de comprimento e pesar cerca de 6 toneladas, são considerados animais inteligentes e sociais.

Essas orcas observadas pelos pesquisadores também escolhem de maneira muito especifica as focas que irão capturar.

"Elas preferem as focas-de-weddell e não procuram nenhuma das outras espécies. Ainda não sabemos o porquê", disse Pitman.

Para o cientista, a rapidez e inteligência das orcas faz com que suas táticas de caça sejam altamente eficientes.

"As focas só escapavam quando as orcas percebiam que elas eram de outra espécie (que não as focas-de-weddell). Nesse caso, as orcas iam embora e as deixavam no mar", afirma.

"Vimos algumas focas conseguirem escapar na confusão, logo após caírem do bloco de gelo, mas eram a minoria."

BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.