Obama abandona plano para limitar emissões de gases do efeito estufa

Anúncio se segue à derrota do partido de Obama nas eleições legislativas

Associated Press, AP

03 Novembro 2010 | 18h20

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse que vai buscar outras formas de evitar o aquecimento global que não envolvam impor limites às emissões de CO2.

 

Veja também:

linkAdvogado defende uso do direito internacional para pressionar negociações na COP do clima

especialInfográfico:  Eleições legislativas nos EUA 

blogGustavo Chacra: A vitória dos republicanos

 

Obama, durante entrevista coletiva na Casa Branca, disse que a proposta de limitação era "um jeito de esfolar o gato".

 

Conhecido como "cap and trade" (limitação e comércio) a proposta impunha limites e oferecia incentivos econômicos para a redução das emissões de usinas de eletricidade, carros e outras fontes.

 

O presidente disse que buscará outros meios de enfrentar a questão do aquecimento global que não tragam prejuízo para a economia dos Estados Unidos.

 

A Câmara dos EUA, então controlada pelo Partido Democrata, havia aprovado uma lei de "cap and trade" em 2009, mas muitos democratas do Senado se uniram à oposição republicana para bloquear avanços.

 

Os republicanos apelidaram a proposta de "cap and tax" (limitação e impostos) porque ela elevaria o preço da energia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.