Não precisa quebrar tudo para ser sustentável

Dá para ser sustentável começando aos poucos. Confira dicas

16 Abril 2009 | 21h20

SÃO PAULO - Descarga para líquido e sólido, torneira inteligente, sensores de presença, madeira de reflorestamento. Dá para ser sustentável começando aos poucos. Quebrou a torneira da pia do banheiro? Pense em comprar uma com controle de água, que desliga depois de um tempo determinado. Vai trocar alguma coisa na cozinha? Já é possível fazê-la inteira de madeira de reflorestamento tratada. Na Feicom (feira de construção) deste ano foram apresentados produtos ecológicos, como acrílico para box de banheiro e canos de esgoto feitos de PET reciclado.

 

Veja também:

especial Prédio Anhangabaú ganha reforma verde

especial Edifícios ecoeficientes

especial Conforto ambiental: mudança pode beneficiar a saúde

especial Confira especial sobre sustentabilidade

 

Na parte de produtos para cozinha e banheiro há linhas inteiras que prometem redução que vai de 30% a 70% no consumo de água comparado a torneiras, chuveiros e bacias sanitárias tradicionais.

As fabricantes de produtos elétricos também vieram com novidades. Linhas inteiras de detectores de presença - que desligam luzes e aparelhos eletrônicos na ausência de pessoas -, lâmpadas compactas que prometem consumir ainda menos energia com mais qualidade visual e fios que diminuem a perda de energia.

Há também portas, pisos e batentes feitos de madeira de reflorestamento e casa inteiras construídas de pinus, gesso e OBS, uma espécie de compensado mais resistente, forrado de papel.

DICAS

Sistema completo para captação de água de chuva. Vem com telha, calha, tubos, caixa de areia para filtragem e reservatório. Tudo simples e fácil de instalar. O inconveniente é que até esse passo, tudo é muito fácil, mas, para utilizar água de chuva no vaso sanitário, é preciso separar a tubulação da bacia do resto da casa. Além disso, é preciso uma segunda caixa d’água e uma bomba para jogar a água armazenada no reservatório de baixo. É recomendável que haja um sistema de válvula para trocar o abastecimento entre a água de chuva e a encanada na estiagem

Torneira com sensor por toque. Toca e ela funciona por um determinado tempo. Se quiser desligar antes, é só tocar novamente. Promete ser mais econômica do que a versão mecânica e mais funcional do que a por sensor de presença, que quase não funciona. Usa energia elétrica e tem um visual futurista

Cozinha feita em madeira de reflorestamento tratada, esquadrias de alumínio reciclado e peças de aço inox. A da foto acima foi instalada na Casa Aqua, na Feicom 2009. A madeira recebeu tratamento contra umidade. Além disso, foram usados pequenos perfis, que facilitam o reaproveitamento de várias peças de madeira

Bacias de 6 litros e descargas de dois estágios. Ela libera 3 litros d’água para líquidos e o total da bacia acoplada para sólidos. Até o início da década, as privadas gastavam 9 litros a cada descarga. O fabricante ainda oferece a possibilidade de trocar apenas o sistema de controle das descargas antigas de um para dois estágios

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.