Morcego com vírus da raiva causa alerta em Sorocaba

Foi o segundo caso em menos de dois meses; cães e gatos receberam a vacina antirrábica

José Maria Tomazela, de O Estado de S. Paulo,

04 Fevereiro 2009 | 19h31

A constatação de que um morcego encontrado no Jardim Faculdade, zona leste de Sorocaba, era portador do vírus da raiva, colocou em alerta a Seção de Prevenção e Controle de Zoonoses do município. Foi o segundo caso em menos de dois meses. Durante todo o dia nesta quarta-feira, 4, equipes percorreram as casas localizadas num raio de 500 metros do local onde o morcego foi achado agonizante. Cães e gatos receberam a vacina antirrábica. Foram dispensados da vacinação apenas os animais que já tinham recebido a vacina recentemente.   A doença foi apontada em exame realizado pelo Instituto Adolfo Lutz. Em dezembro, já havia sido detectada a presença do vírus em outro morcego achado morto no mesmo bairro. Na época, foi feita uma varredura na região para localizar e destruir possíveis colônias dos morcegos. Os dois animais que apresentaram o vírus eram de espécie insetívora - que se alimenta de insetos - o que reduz o risco de contaminação, já que a doença costuma ser transmitida pelo morcego hematófago, que se alimenta de sangue. Geralmente, as vítimas do morcego hematófago são mamíferos como cães, cavalos e bois, mas no município de Tapiraí, cidade da região, houve casos de ataque a pessoas.   Animais doentes também podem transmitir o vírus para seres humanos, principalmente através da saliva. A raiva é uma doença de extrema gravidade - causa a morte do infectado - e prevenida somente através da vacinação. A Secretaria de Saúde de Sorocaba informou não terem sido registrados casos suspeitos da doença na cidade e que a vacinação tem caráter preventivo. O secretário Milton Palma pediu aos moradores que fiquem atentos a possíveis sintomas da doença em seus animais e, diante de qualquer anormalidade, comuniquem os órgãos sanitários.

Mais conteúdo sobre:
raiva morcegos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.