Lula dá camisa da Seleção a Obama na Itália

Camiseta tem autógrafo dos jogadores que derrotaram Estados Unidos na Copa das Confederações.

Rogerio Wassermann, BBC

09 Julho 2009 | 07h42

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva aproveitou o encontro com o presidente americano, Barack Obama, durante a cúpula do G8 em L'Áquila na Itália para cumprir uma promessa feita na véspera da reunião.

Lula entregou a Obama uma camiseta da Seleção brasileira autografada por todos os jogadores que foram campeões da Copa das Confederações na África do Sul no mês passado. Os Estados Unidos foram adversários do Brasil na final da Copa. Apesar de terminarem o primeiro tempo do jogo com uma vantagem de 2 a 0, os americanos acabaram derrotados pelos brasileiros por 3 a 2. No dia anterior ao encontro com Obama, Lula havia brincado dizendo que a Seleção conseguiu virar o jogo e vencer os Estados Unidos usando o lema da campanha de Obama à Presidência. O Obama apareceu na televisão dizendo 'Nós podemos, nós podemos' e quase que a seleção dos Estados Unidos ganha da gente, mas quando estava 2 a 0 para eles eu comecei a dizer 'Nós podemos, nós podemos', e a seleção brasileira ganhou", brincou Lula. Na quarta-feira, Lula já havia distribuído camisas da Seleção brasileira após uma reunião do G5 (grupo dos países emergentes formados por Brasil, China, Índia, África do Sul e México). O G5 participa como convidado da cúpula do G8, o grupo dos sete países mais industrializados do mundo mais a Rússia. Além de Obama, Lula prometeu ainda entregar camisas da Seleção brasileira ao premiê da Itália, Silvio Berlusconi, e ao presidente do Egito, Hosny Mubarak, cujos países também foram adversários do Brasil na Copa das Confederações. O líder egípcio também participa como convidado da cúpula do G8. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.