Inovação e sustentabilidade caminham juntas na economia moderna

Inovação e sustentabilidade caminham juntas na economia moderna

Fabrício Saad, professor da ESPM, explica o que é inovação e qual a relação desse conceito com criatividade e preservação dos recursos naturais

O Estado de S.Paulo

31 Outubro 2017 | 16h14

Inovação é uma palavra da moda, mas nem todo mundo sabe definir o que é esse conceito. Para Fabrício Saad, professor da pós-graduação e MBA da Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM), inovação não é uma centelha divina, algo genial ou só os produtos e serviços que saem das empresas do Vale do Silício (EUA).

“A inovação é uma materialização da criatividade”, diz Saad. “Ela está no nosso dia a dia e é uma demanda da sociedade”, afirma. Para o professor, o que torna a inovação algo real é quando a criatividade é transformada em algo que seja útil para a sociedade e adotado por muita gente.

Como exemplo ele cita clubes de troca de roupas de bebê, um produto que perde a utilidade muito rapidamente, ou os serviços de carro compartilhado. Para ele, esses exemplos inseridos na “economia cíclica” ajudam a reduzir o consumo, são inovadores e, ao mesmo tempo, sustentáveis.

As grandes inovações têm sim um grande desenvolvimento tecnológico como base, diz Saad, mas inovação acontece também no processo, em mudar a forma como se faz alguma coisa, diminuindo o custo social de execução daquela tarefa e podendo gerar ganhos financeiros.

O professor também destaca que, hoje em dia, as grandes empresas já estão preocupadas em trazer inovações para preservar melhor os recursos naturais. “Quando uma companhia se muda para uma nova sede, ela já está preocupada com a sustentabilidade da construção, como ter reaproveitamento de água, por exemplo”. Isso se dá tanto pelo ganho financeiro que impacta a empresa quando ela economiza recursos quanto pela imagem, para conquistar certificações e ser vista como uma organização que traz algo positivo para a sociedade.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.