Ibama pede que vice de Marina explique casa na Mata Atlântica

Candidato afirma que "a instalação recebeu todas as licenças dos órgãos competentes"

Andrea Vialli e Afra Balazina, O Estado de S. Paulo

08 Julho 2010 | 15h06

O Ibama vistoriou propriedade do candidato a vice-presidente Guilherme Leal (PV) na Bahia e solicitou apresentação de documentos que comprovem que o projeto teve licença ambiental. O imóvel fica entre Serra Grande e Itacaré, no sul baiano, numa área de Mata Atlântica.

 

Segundo a Agência Brasil, o presidente do Ibama, Abelardo Bayma, afirmou que a fiscalização foi motivada por denúncia protocolada no escritório de Ilhéus.

 

O candidato diz que “falsas denúncias” têm objetivos político-eleitorais e ressalta que “a instalação recebeu todas as licenças dos órgãos competentes”. “Em nenhum momento Leal foi acusado por qualquer órgão fiscalizador de crime ambiental”, diz nota do PV.

 

 

Mais conteúdo sobre:
PV, Ibama, Mata Atlântica

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.