Greenpeace protesta por imposto menor para energia solar

Pequeno grupo atrapalhou a entrada de Levy no prédio do Ministério da Fazenda; redução de ICMS será discutida nesta semana

Lorenna Rodrigues, O Estado de S. Paulo

07 Abril 2015 | 11h21

BRASÍLIA - O Greenpeace faz na manhã desta terça-feira, 7, um pequeno protesto em frente ao prédio do Ministério da Fazenda, em Brasília, para cobrar do ministro Joaquim Levy apoio à geração de energia solar. Um manifestante vestido de sol e "preso" dentro de uma cela cenográfica interrompe a passagem em frente à portaria principal do ministério. Outros participantes carregam uma faixa com a frase "Levy, deixa o sol iluminar o futuro do Brasil".

Apesar de o ato reunir menos de dez pessoas, foi o suficiente para atrapalhar o caminho de Levy. Depois de deixar a residência oficial do presidente da Câmara dos Deputados, onde participou de reunião, o ministro da Fazenda teve que entrar no prédio pela garagem, e não pela portaria que usa costumeiramente.

Os manifestantes pedem apoio de Levy à redução do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre a geração de energia solar, tema que será discutido na próxima reunião do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz), no fim desta semana, que deverá ser presidida pelo ministro.

Mais conteúdo sobre:
Greenpeace protesto energia solar Brasília

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.