Furacão Bertha perde força sobre o Atlântico

O furacão Bertha perdeu força rapidamente ao se dirigir para a ilha de Bermuda na terça-feira, apenas um dia depois de se tornar a primeira tempestade importante da temporada de 2008, segundo meteorologistas. De acordo com o Centro Nacional de Furacões dos EUA, o Bertha começou uma curva para o norte e deve passar perto da Costa Leste norte-americana. O golfo do México, importante centro produtor de gás e petróleo, está muito longe de sua rota. Na segunda-feira, o Bertha atingiu a categoria 3 da escala Saffir-Simpson, que vai até 5. Mas às 18h de terça-feira (hora de Brasília) ele já havia sido rebaixado à categoria 1, com ventos regulares de 85 quilômetros por hora, segundo o Centro Nacional de Furacões, em Miami. O instituto disse que flutuações abruptas como o do Bertha "continuam sendo um desafio às previsões e servem como importante lembrete das incertezas associadas à previsão de intensidade". Os meteorologistas estimam que o Bertha vá perder ainda mais força nas próximas 24 horas, devido às condições do ar e da água, mais frios. Alguns modelos de computador prevêem que ele pode voltar a ganhar força depois disso. (Por Jane Sutton e Michael Christie)

REUTERS

08 Julho 2008 | 19h46

Mais conteúdo sobre:
CLIMA BERTHA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.