Funcionários do Itamaraty ameaçam fazer greve

Funcionários do Itamaraty ameaçam entrar em greve a partir do dia 18 de junho, às vésperas da Rio+20. O ato é para demonstrar a insatisfação em relação à remuneração e abrir uma campanha por um reajuste salarial. Nesta quarta-feira, os servidores do Serviço Exterior Brasileiro (SEB) espalhados por embaixadas, consulados e missões não trabalharam.

O Estado de S.Paulo

31 Maio 2012 | 03h14

Em Genebra, a greve ficou restrita aos oficiais de chancelaria - que colaram um cartaz na missão com os dizeres "Dê valor ao serviço exterior". Diplomatas, porém, não aderiram ao movimento. Mas a paralisação afetou a sede do Itamaraty em Brasília. / JAMIL CHADE, DE GENEBRA

Mais conteúdo sobre:
Rio 20

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.