Filme retrata comunidades no Amazonas

Projeto colocou câmeras de foto e vídeo nas mãos de habitantes de quatro comunidades isoladas na floresta

O Estado de S. Paulo,

14 Maio 2009 | 21h00

Um projeto da Fundação Amazônia Sustentável, mantida pelo Bradesco e pelo governo do Amazonas, colocou câmeras de foto e vídeo nas mãos de habitantes de quatro comunidades isoladas na floresta: Uacari, Mamirauá, Catuá-Ipixuna e Uatumã. O resultado dessa experiência foi um documentário dividido em dez capítulos, dirigido por Jorge Bodansky. Para produzir o filme, o cineasta participou de oficinas de cinema e de fotografia com os moradores.

 

Veja também:

link Um 'novo PIB' em gestação

link Poucos adotam 'selo verde' no País

link USP cria centro para reciclar eletrônicos

link Consumo x ambiente

 

 

Em um dos episódios, eles aparecem retratando uns aos outros. A participação comunitária na gravação envolveu desde os depoimentos para o documentário até a escolha de temas e edição de imagens. O filme retrata a rotina de pessoas que vivem em reservas ambientais e nunca saíram da floresta. A única maneira de chegar a lugares como esse é por meio da navegação fluvial.

 

O documentário Pele Verde pode ser visto gratuitamente, desde segunda, no site do projeto (www.peleverde.com.br). A página também inclui um diário da viagem, contando bastidores das filmagens.

Mais conteúdo sobre:
sustentabilidade

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.