Filhotes de lobo-guará sobrevivem a parto de risco em zoo de SP

Animais nasceram no último dia de maio, em Sorocaba, quando fazia muito frio na cidade; espécie é ameaçada de extinção

José Maria Tomazela , O Estado de S. Paulo

07 Agosto 2014 | 18h52

SOROCABA - Dois filhotes de lobo-guará, espécie ameaçada de extinção, sobreviveram a um parto de risco e estão prestes a virar atração no zoológico municipal de Sorocaba. Os filhotes machos nasceram no último dia de maio, quando fazia muito frio na cidade, o que deixou a mãe loba muito estressada, segundo a bióloga Cecília Pessuti, responsável pelo setor de mamíferos do zoo. "Havia risco eminente de morte, por isso retiramos os filhotes do convívio dos pais e fizemos os cuidados neonatais no setor veterinário do zoológico", explicou.

A espécie consta da lista oficial de animais ameaçados de extinção do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e está classificada na categoria de vulnerável pela União Internacional para a Conservação da Natureza. 

Esta é a segunda cria do mesmo casal de lobos, o que deixou os pesquisadores na expectativa de que eles produzam novos filhotes, contribuindo para a preservação da espécie. O zoo de Sorocaba realiza desde a década de 1980 um projeto de conservação da espécie em cativeiro e participa, com o Instituto Chico Mendes (ICMBio) do Plano de Ação Nacional para Conservação do lobo-guará.

Mais conteúdo sobre:
lobo-guará Sorocaba

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.