Enviado dos EUA prevê parceria sobre o clima com a China

O principal enviado dos Estados Unidos para o clima, Todd Stern, disse na quarta-feira prever uma parceria bilateral com a China sobre energia limpa e aquecimento global.

REUTERS

03 Junho 2009 | 16h36

Antes da visita de Stern à China, programada para a semana que vem, o enviado disse que não espera a assinatura de nenhum documento nas próximas reuniões, mas que, no futuro, as áreas para uma possível parceria incluem eficiência energética, veículos elétricos, captação e armazenamento de carbono.

Essa conexão bilateral seria uma "âncora positiva" para as relações EUA-China como um todo, possivelmente facilitando o diálogo em assuntos como comércio e península coreana, afirmou Stern.

"Eu não espero ter uma grande proposta ou um grande acordo para apresentar ao final da viagem, mas esta viagem é uma peça do que será uma interação ampliada com os chineses em todos os níveis", disse ele.

"Portanto, sim, a previsão que temos é de uma parceria bilateral climática e de energia limpa com os chineses."

Mais conteúdo sobre:
CLIMA EUA CHINA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.