Encalhada desde segunda-feira, baleia jubarte morre no Rio

Animal estaria voltando do Nordeste, rumo à região da Antártida, após seu ciclo reprodutivo

TALITA FIGUEIREDO, Agência Estado

27 Outubro 2010 | 18h55

Morreu nesta quarta-feira, 27, a baleia jubarte que estava encalhada na praia de Geribá, em Búzios (RJ), desde a tarde da última segunda-feira. Por quase 36 horas, bombeiros e ambientalistas tentaram salvar o animal, que tinha 15 metros de comprimento e quase 40 toneladas.

De acordo com o médico veterinário Milton Marcondes, diretor de pesquisa do Instituto Baleia Jubarte, o mamífero entrou em choque e morreu por volta da 0h30. De acordo com biólogos, o animal estaria voltando do Nordeste, rumo à região da Antártida, após seu ciclo reprodutivo.

Uma tentativa de resgate estava programada para as 4 horas da madrugada, quando a maré estivesse cheia. Para a operação, a Petrobrás havia emprestado um rebocador, que estava no local desde a manhã de terça, além de cabos para que a baleia fosse puxada.

 

Uma tentativa anterior foi feita na terça à tarde com cordas, mas elas se romperam. A prefeitura de Búzios começou nesta quarta a operação de remoção da carcaça com uma retroescavadeira. O animal deverá ser levado para um aterro sanitário.

Mais conteúdo sobre:
morte baleia jubarte Búzios

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.