Arquivo/AE
Arquivo/AE

Embrapa quer R$ 20 milhões a mais para Projeto Biomas

Projeto visa identificar os diferentes potenciais de uso da terra e desenvolver a agropecuária sustentável

Célia Froufe, da Agência Estado,

02 Março 2010 | 15h30

A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), ligada ao Ministério da Agricultura, recorrerá ao governo e a organismos internacionais na busca de recursos para o Projeto Biomas, lançado na semana passada em parceria com a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA).

 

Veja também:

linkCaatinga perde 16,57 mil km² por desmatamento em seis anos

linkGoverno integra gestão de conservação da Mata Atlântica

 

"Acredito que consigamos obter um montante semelhante ao que será aplicado pela CNA", disse à Agência Estado o presidente da estatal, Pedro Arraes. A Confederação reservou R$ 20 milhões que serão distribuídos no projeto nos próximos nove anos.

 

De acordo com Arraes, o foco de captação interna será o Ministério de Ciência e Tecnologia. No exterior, a estatal está em contato com o Banco Mundial (Bird) e com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). "Além disso, apresentaremos nossa intenção para fundos setoriais", explicou.

 

O Projeto Biomas visa a identificar os diferentes potenciais de uso da terra e estabelecer parâmetros para o desenvolvimento da agropecuária sustentável. Prevê ainda o estudo e determinação de áreas estruturalmente frágeis com posterior criação de seis unidades demonstrativas de 500 hectares em cada um dos biomas brasileiros: amazônico, caatinga, cerrado, mata atlântica, pampa e pantanal. Essas áreas serviriam como padrões para a produção sustentável.

 

A estatal reservará 60 pesquisadores da casa para tocar o projeto, mas pretende contar, ao todo, com 240 profissionais oriundos de universidades parceiras. De acordo com o projeto, 70% dos recursos serão destinados à mobilidade dos cientistas. Até o fim deste ano, os pesquisadores devem aprofundar os trabalhos em dois biomas, a mata atlântica e o cerrado, onde está concentrada a maior produção de alimentos do Brasil. "Se conseguirmos os recursos, poderemos iniciar as pesquisas nos seis biomas de uma só vez", comentou Arraes.

Mais conteúdo sobre:
Embrapa Projeto Biomas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.