Eclipse cobre a Rússia e população assiste em êxtase

Uma enorme sombra tomou conta da Rússia nesta sexta-feira, levando milhares de russos e turistas à Sibéria para assistir ao eclipse total do sol, um fenômeno raro. O eclipse -- quando a lua passe entre o sol e a Terra -- começou no Canadá, passou pela Groenlândia e chegou à Sibéria pouco depois das 7h (horário de Brasília). O fenômeno deve terminar na China, onde a população acredita que a escuridão traz mau agouro para os Jogos Olímpicos, que começam na semana que vem. Na cidade russa de Novosibirsk, que ficou exatamente abaixo do eclipse, milhares de pessoas, algumas do Canadá e dos Estados Unidos, comemoraram com enorme entusiasmo quando o dia virou noite. Em Moscou, que viu o fenômeno parcialmente, as pessoas passaram frio para tentar acompanhar o eclipse. Na China, os turistas esperam pelo fenômeno em Jianyuguan, na província de Gansyu, e nos desertos de Xinjiang. Já na Índia, o eclipse vai ser só parcial e ocorrerá apenas em algumas partes do país. Mas sua visibilidade pode ser comprometida pelo tempo nublado e pela cerração. O eclipse é total também no norte e leste da América do Norte, e no norte da Europa e da Ásia, exceto no Japão. (Reportagem de Andrei Bespalov)

REUTERS

01 Agosto 2008 | 10h11

Mais conteúdo sobre:
CLIMA ECLIPSE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.