Divulgação
Divulgação

Documentário sobre caça a golfinhos é premiado no Oscar

Prefeito da cidade japonesa onde foi filmado o longa diz que pesca 'se baseia em uma tradição de muitos anos'

Efe,

08 Março 2010 | 11h38

O documentário "The Cove", que aborda o sangrento massacre de golfinhos na cidade japonesa de Taiji, foi o vencedor do Oscar de Melhor Documentário de longa-metragem. A premiação foi realizada na noite deste domingo, 7, em Los Angeles, nos EUA.

 

Veja também:

linkProteger baleias combate efeito estufa, dizem cientistas

linkAustrália ameaça Japão com ações legais por caça de baleias 

 

Mas o documentário foi alvo de duras críticas do prefeito de Taiji, Kazutaka Sangen, que pediu nesta segunda-feira "respeito" a sua cultura e criticou que o filme apresenta dados não-comprovados "como se fossem reais".

 

"A pesca na cidade de Taiji é realizada de acordo com a lei e com a permissão da província de Wakayama (centro do Japão). Portanto, não é um ato ilegal", ressaltou Kazutaka Sangen. "É lamentável que em algumas cenas do documentário se apresentem fatos como se fossem reais, sem que tenham sido estudados cientificamente", acrescentou. Sangen pediu "respeito" a todas as culturas alimentícias e lembrou que o consumo de carne de golfinho "se baseia em uma tradição de muitos anos".

 

Um porta-voz da Prefeitura indicou à Agência Efe que o prêmio ao documentário colocou a cidade no centro das atenções. "Este era um lugar muito tranquilo, mas temo agora que isso possa mudar", ressaltou.

 

A entrega do Oscar a "The Cove" foi, por outro lado, aplaudida pelo grupo ecologista Greenpeace. Segundo a ONG, o filme contribuirá para apoiar a luta internacional pela preservação das espécies marinhas.

 

"Espero que sirva de apoio às medidas em favor da preservação, assim como para a luta do Greenpeace no Japão", disse à Agência Efe Greg McNevin, um porta-voz da ONG nesse país.

 

Além dos golfinhos, McNevin falou sobre o combate contra a caça de baleias por parte do Japão. O país deteve a captura desses animais com motivos comerciais em 1986, pela pressão internacional, mas a retomou em 1987 por "motivos científicos".

 

"O combate à caça de baleias também tem uma longa trajetória no Japão. Esperamos que este prêmio contribua para apoiá-lo", complementou o porta-voz do Greenpeace.

Mais conteúdo sobre:
documentario caça golfinhos Oscar Japão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.