CTNBio discute liberação de arroz transgênico

Audiência pública terminou após quatro horas de discussão, com dez expositores falando sobre prós e contras

Ligia Formenti, de O Estado de S. Paulo,

18 Março 2009 | 17h07

Terminou no início da tarde desta quarta-feira, 18, a audiência pública promovida pela Comissão Técnica Nacional de Biossegurança (CTNBio) para discutir a liberação comercial de uma variedade de arroz transgênico, tolerante a glufosinato de amônio. Durante quatro horas de reunião, dez expositores falaram sobre prós e contras da comercialização dessa espécie de arroz, produzida pela Bayer. A votação sobre a liberação comercial, no entanto, deverá ainda demorar.

 

Embora esteja na pauta, a expectativa é de que o assunto seja apreciado na CTNBio no segundo semestre. "Há ainda uma série de etapas que terão de ser percorridas. Antes de o plenário avaliar o assunto, vamos requisitar pareceres de consultores externos, pedir documentos e fazer um balanço dos temas levantados durante a audiência", afirmou o presidente da CTNBio, Walter Colli. O plenário da CTNBio reúne-se amanhã. Está prevista na pauta a votação da liberação comercial de uma espécie de algodão transgênico.

Mais conteúdo sobre:
transgênicos CNTBio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.