Cientistas descobrem nova espécie de lêmure em Madagascar

Nova espécie se diferencia não só por suas características genéticas, mas também pelo tamanho

Efe

15 Julho 2008 | 18h50

Cientistas da Universidade Veterinária de Hannover, no norte da Alemanha, descobriram em Madagascar uma nova espécie de primata desconhecida até então pelo mundo acadêmico.   Trata-se de um tipo de lêmure que foi batizado de Microcebus macarthurii (lêmure de MacArthur), em reconhecimento à fundação de mesmo nome que financiou grande parte das pesquisas.   A nova espécie foi encontrada no leste do país, na região florestosa e montanhosa de Makira.   Os cientistas da citada universidade, que trabalharam em cooperação com colegas e estudantes do Grupo de Estudo e Pesquisa sobre os Primatas de Madagascar (GERP, em francês), acham que o habitat deste lêmure é muito pequeno, pois a área está limitada por grandes rios e uma cordilheira.   O grupo de cientistas colheu pequenas amostras dos tecidos de alguns lêmures, que depois analisou no laboratório da universidade e comparou com as 15 espécies já conhecidas.   Segundo a universidade, a nova espécie se diferencia das já conhecidas não só por suas características genéticas, mas também pelo tamanho.

Mais conteúdo sobre:
meio ambiente

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.