1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Camisetas da seleção brasileira na Copa 2010 serão de PET reciclado

The Guardian

26 Fevereiro 2010 | 20h 49

A Nike está confeccionando as peças com garrafas PET retiradas de aterros no Japão e na Tailândia

Quando Kaká e Ronaldinho pisarem no gramado para jogar a Copa do Mundo da África do Sul, em junho, poucos de seus milhões de fãs notarão que suas camisetas amarelas são feitas de velhas garrafas PET.

Mas os penta-campeões do Brasil, juntamente com os jogadores de Portugal e da Holanda, estarão vestidos com camisetas feitas em polyester reciclado, na tentativa de fazer do torneio um evento um pouco mais “verde”. As camisetas, feitas pela Nike, também serão usadas nas semi-finais por times como Estados Unidos, Coréia do Sul, Austrália, Nova Zelândia, Sérvia e Eslovênia. A matéria foi publicada pelo jornal britânico The Guardian.

Os fãs que torcerão por seus países podem comprar kits das camisetas 100% recicladas antes mesmo do campeonato começar, a partir de 1º de maio. Elas custarão £ 50, o mesmo preço das não-recicladas.

São necessárias oito garrafas de plástico para fazer uma camiseta. Elas são extraídas de aterros Japoneses e Tailandeses e derretidas antes de serem processadas na fábrica. A Nike diz que o processo economiza em 30% o uso de energia se comparado ao que é  necessário para fazer polyester de material novo.

A marca esportiva não é a primeira a fazer roupas de plástico velho. A Sainsbury's já vendeu saias, calças e camisetas feitas de sacolas plásticas recicladas sob a marca Tu. A M&S e a BHS começaram a estocar uniformes escolares feitos de polyester reciclado em 2007. Marcas de roupas como a Howies e a Patagonia também venderam vestuário de plástico reciclado durante anos.

Os kits foram desenhados para deixar os jogadores secos e confortáveis durante a Copa.

A iniciativa foi bem recebida pela indústria fashion “verde”. Uma porta voz do Fórum de Moda Ética, uma instituição industrial que promove a sustentabilidade, disse que as camisetas recicladas são “definitivamente um passo na direção correta”. Ela acrescentou que a Nike está dando largos passos nos anos recentes para melhorar sua performance no que tange aos direitos dos trabalhadores.

Nina Stevenson, do Centro de Moda Sustentável do London College, disse que o material utilizado nas camisetas é realmente uma escolha “verde” feita pela Nike. “Usar PET reciclado é uma inovação reconhecida com benefícios ambientais reais. Ao usar recursos já existentes, a Nike está dando apoio a um design que não compromete o balanço ecológico”, disse Stevenson.

Em uma entrevista recente, a vice-presidente de negócios sustentáveis e inovação da Nike, Hannah Jones, disse que iniciativas “verdes” como esta fazem sentido para os negócios da companhia. “O elo entre sustentabilidade e a Nike como uma companhia em crescimento nunca esteve tão claro e há seguramente um interesse real em fazer da Nike uma companhia mais sustentável”, disse ela.