BP admite manipulação em foto sobre atividades no Golfo do México

Porta-voz reconhece que telas estavam em branco na imagem original e que fotógrafo usou Photoshop

Efe

21 Julho 2010 | 14h16

 

WASHINGTON - A BP reconheceu nesta quarta-feira, 21, que foi postada em seu site uma foto manipulada (acima) que exagera as atividades em suas instalações na cidade americana de Houston, de onde dirige a resposta ao vazamento de petróleo no Golfo do México.

A imagem entrou no site no último fim de semana e mostra vários funcionários observando dez telões nos quais aparecem fotografias submarinas do vazamento.

O porta-voz da BP, Scott Dean, reconheceu que três das telas estavam em branco na fotografia original (abaixo) e disse que um fotógrafo da empresa utilizou o Photoshop para acrescentar imagens adicionais.

 

Segundo Dean, a companhia colocou a fotografia original na segunda-feira depois que o blog "Americablog" informou sobre as diferenças entre as duas fotos.

De acordo com a BP, o fotógrafo não estava mal intencionado ao alterar a foto e a empresa teria dado ordens para uso do programa de edição de imagens apenas em correções de cor e brilho.

O "Americablog" questiona a resposta da BP ao apontar que "é difícil crer que o fotógrafo, um profissional com mais de 10 mil fotos na internet, tenha feito o trabalho de Photoshop".

Segundo o blog, a alteração está tão mal feita que é difícil crer que um profissional a tenha aprovado e, muito menos, que tenha sido feita por um funcionário da empresa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.