1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Baixa umidade do ar coloca São Paulo em estado de atenção

O Estado de S. Paulo

05 Fevereiro 2014 | 17h 28

Na quinta-feira, 6, a previsão é de que o ar quente e seco ganhe ainda mais força

SÃO PAULO - A umidade relativa do ar em São Paulo nesta quarta-feira, 5, oscila em torno de 29%, o que coloca parte da capital paulista em estado de atenção, de acordo com a Central de Gerenciamento de Emergências (CGE).

As regiões mais afetadas são zona norte e oeste, centro e as Subprefeituras de Campo Limpo, na zona sul, e Mooca, Aricanduva/Formosa, Ermelino Matarazzo, São Miguel Paulista, Itaim Paulista e Guaianazes, na zona leste.

Hoje, os termômetros marcam 35ºC, em média. De acordo com a CGE, a menor temperatura foi observada em Parelheiros, onde os termômetros atingiram 31ºC.

Previsão. Na quinta-feira, 6, não há previsão de chuva e o ar quente e seco ganha ainda mais força. A umidade deve cair, ficando entre 20% e 30%, o que aumenta a probabilidade de problemas respiratórios.

Calor. O ano de 2013 foi o sexto mais quente da história e tudo indica que 2014 também estará entre os anos com as maiores temperaturas já registradas. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira, 5, pela Organização Meteorológica Mundial (OMM), que aponta que as temperaturas médias da superfície da terra e dos oceanos ficaram cerca de 0,5 grau Celsius acima da média entre 1961 e 1990, muito perto do recorde de 0,55 grau Celsius.