Ernesto Rodrigues/AE
Ernesto Rodrigues/AE

Ato em defesa dos animais reúne mil pessoas em SP

Manifestantes querem facilitar processo de adoção de animais e a substituição da atual administração

Fabiana Marchezi, Central de Notícias

29 Abril 2009 | 16h34

Cerca de mil pessoas realizaram um protesto em prol dos direitos dos animais em frente ao Centro de Controle de Zoonoses, localizado na Rua Santa Eulália, em Santana, na zona norte de São Paulo, na tarde desta quarta-feira, 29.

 

De acordo com a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), os manifestantes ficaram deitados na rua, bloqueando totalmente a via no sentido bairro, próximo à Santos Dumont.

 

Segundo a Polícia Militar, o protesto, que começou por volta das 13 horas e durou cerca de duas horas, era pacífico e não teve incidentes. Porém, os policiais não souberam informar o número de participantes.

 

A manifestação foi organizada por integrantes de movimentos de proteção aos animais da cidade. Eles protestam contra a atual gestão do Centro de Controle de Zoonoses.

 

As principais reclamações do grupo são: a dificuldade no processo de doação de cães de grande porte, mesmo dóceis; a proibição de fotografar cães com a finalidade de divulgação para doações; a proibição de que entidades e protetores cadastrados retirem os animais do local para levá-los a eventos de adoção durante os finais de semana; a proibição de que os animais tomem banho, que seriam pagos por simpatizantes. Eles pedem a substituição da atual administração.

Mais conteúdo sobre:
animais proteção SP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.