Área de preservação em cidades preocupa senadores

Como maior parte da população vive na área urbana, é preciso protegê-la de inundações e deslizamentos

Agência Senado

05 Julho 2011 | 14h59

Preocupação com a definição de regras para as Áreas de Preservação Permanente (APP) em zonas urbanas foi manifestada nesta terça-feira pelos senadores Jorge Viana (PT-AC) e Casildo Maldaner (PMDB-SC), em debate com cientistas nas comissões de Meio Ambiente (CMA) e de Agricultura (CRA) sobre o novo Código Florestal (PLC 30/2011). Eles lembram que a grande maioria da população vive nas cidades, sendo importante que existam regras para a proteção de áreas que oferecem risco de inundações, deslizamentos e outros acidentes climáticos.

Também no debate, o senador Pedro Taques (PDT-MT) ressaltou a importância da contribuição dos pesquisadores na elaboração do novo código. Na opinião do parlamentar, os senadores devem ouvir os cientistas e elaborar um código para os brasileiros, "e não de ambientalista ou de produtores", e que respeite a Constituição.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.