Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Sustentabilidade

Sustentabilidade » Aquífero mexicano pode estar poluído com pesticidas e cocaína

Sustentabilidade

Aquífero mexicano pode estar poluído com pesticidas e cocaína

O governo do México anunciou ontem que analisará o estudo publicado pela revista Environmental Pollution que afirma que os aquíferos da Península de Yucatán estão contaminados com resíduos de medicamentos, narcóticos (como cocaína), pesticidas e outros produtos químicos.

0

O Estado de S.Paulo

08 Fevereiro 2011 | 12h25

 

A suspeita de contaminação recai sobre o setor hoteleiro, especialmente os grandes resorts que atuam na região.

 

Em nota, o Ministério do Meio Ambiente do México informou que analisará a denúncia e colocará os agentes fiscalizadores das áreas de saúde e ambiente em ação.

 

O estudo apontou que numerosos tipos de resíduos estão se infiltrando nas águas subterrâneas da Riviera Maya, uma das regiões mais turísticas do México. A contaminação teria, depois, chegado ao Mar do Caribe.

 

A investigação que apontou a contaminação nos aquíferos mobilizou uma equipe de especialistas mexicanos. "Em muitas das áreas há sistemas de coleta de esgotos que não funcionam adequadamente. Outra hipótese é a água usada para irrigar campos de golfe, também residual", explicou Chris Metcalfe, principal autor do estudo.

 

Segundo ele, a poluição pode ter contribuído para a perda de até 50% dos corais na costa mexicana desde 1990.

Mais conteúdo sobre:

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.