Aquecimento global pode deslocar a população de Kiribati

O governo do pequeno arquipélago de Kiribati, no Pacífico Sul, anunciou ontem que sua população inteira, de 100 mil habitantes, terá de ser deslocada se o nível do mar continuar a subir como consequência das mudanças climáticas.

O Estado de S. Paulo

11 Novembro 2010 | 20h48

“Para algumas comunidades, já é tarde demais. Não há como protegê-los”, disse o presidente de Kiribati, Andote Tong. A população de Kiribati vive em 33 atóis e em umailha vulcânica. Nos últimos anos, as autoridades buscam terras que possam acolher a população, caso o país desapareça.

 

Tong demonstra preocupação com um possível fracasso na COP-16, a Conferência do Clima da ONU que será realizada no México.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.