Apaixonado por insetos diz ter comido mais de 65 espécies

Canadense visitou mais de cem países e colecionou cerca de 600 mil insetos em 35 anos.

BBC Brasil, BBC

06 Abril 2010 | 15h21

O canadense Georges Brossard dedicou os últimos 35 anos à sua paixão por insetos, colecionando cerca de 600 mil espécimes e até comendo alguns deles.

Após trabalhar anos como escrivão, o colecionador viajou para mais de cem países para coletar insetos.

"Eu amo insetos. Eu durmo com eles, eu sonho com eles, eu os como", diz Brossard. "Minha mulher é especialista em culinária de insetos. Ela prepara pratos deliciosos."

O colecionador passa seis meses por ano viajando pelo mundo, coletando espécimes para "museus de insetos" conhecidos como insectariums, que ele mesmo ajudou a construir em diversos países.

Um desses museus é o Insectarium de Montreal, que abriu há 20 anos e foi idéia de Brossard. Ele doou 250 mil insetos de sua coleção para o museu, que hoje está entre os maiores insectariums do mundo. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.