Altamente poluída, Índia lança índice nacional de qualidade do ar

A Índia lançou um novo índice nacional de qualidade do ar para ajudar os cidadãos a entender os complexos dados sobre poluição e suas implicações para a saúde, informou o ministro do Meio-Ambiente nesta sexta-feira.

ADITYA KALRA, REUTERS

17 Outubro 2014 | 13h41

Um estudo da Organização Mundial da Saúde (OMS) em cerca de 1.600 cidades divulgado em maio revelou que a capital indiana, Nova Délhi, tem o ar mais poluído do mundo, com um média anual de 153 microgramas de pequenas partículas, conhecido como PM2.5, por metro cúbico.

Treze das 20 cidades mais poluídas do mundo estão na Índia, afirmou a OMS, mas o país rejeitou o relatório.

O novo índice, parte da "Missão Índia Limpa" do primeiro-ministro, Narendra Modi, irá proporcionar uma cifra consolidada depois de medir oito poluentes e usará um código de cores para apontar os impactos sanitários correlatos.

“A poluição do ar está aumentando em nossas cidades... precisamos detê-la”, afirmou o ministro do Meio-Ambiente, Prakash Javadekar.

“Este (índice) irá informar ao cidadão comum uma cor, um número e uma descrição para que ele possa entender qual é o nível de poluição do ar”.

A poluição atmosférica matou cerca de sete milhões de pessoas em 2012, fazendo do fenômeno o maior risco ambiental isolado do mundo, declarou a OMS em março.

Mais conteúdo sobre:
AMBIENTE INDIA POLUICAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.