Steve Marcus/Reuters
Steve Marcus/Reuters

Al Gore diz que mudanças climáticas devem acirrar disputa por alimentos

Em São Paulo, Al Gore apresentou dados que indicam aumento nas ocorrências de calor extremo

Agência Brasil

27 Setembro 2012 | 11h50

São Paulo – O ex-vice-presidente dos Estados Unidos Al Gore alertou nesta quarta-feira, 26, para o risco de o aquecimento global acirrar a disputa por alimentos e biocombustíveis. Durante a apresentação no Global Agribusiness Forum, realizado na capital paulista, ele ressaltou que as mudanças climáticas tendem a diminuir a produtividade de commodities agrícolas, como o milho e a soja, e provocar um acirramento sobre a sua destinação.

"Em um mundo mais quente, se nós não começarmos a agir, o conflito entre plantar milho para produzir combustível e para alimentação irá se tornar ainda mais intenso", disse, destacando as altas nos preços dos alimentos nos últimos anos.

Gore ressaltou ainda que as alterações no climáticas tendem a tornar difícil fazer previsões sobre o tempo, informações fundamentais para a agricultura. "A pertubação do ciclo biológico acabará com a possibilidade de se prever a ocorrência das chuvas", disse, após demonstrar por meio de estatísticas que o planeta enfrentou nos últimos anos aumento nas temperaturas médias. Além disso, Gore apresentou dados que indicam aumento nas ocorrências de calor extremo, acima de 50 graus Celsius, em países como o Iraque e Paquistão.

Ao final, o ex-vice-presidente dos Estados Unidos ressaltou a importância de um esforço conjunto para contornar o problema em tempo de evitar os efeitos mais catastróficos. "Nós temos que tomar a decisão de que isso é uma prioridade para nós. Nós temos que ir rapidamente em frente e, se queremos ir longe, temos que ir juntos".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.