2009 foi o ano mais quente para o hemisfério sul, diz Nasa

Uma análise indica que, em todo o planeta, o ano foi o segundo mais quente desde o século 19

estadao.com.br,

21 Janeiro 2010 | 19h23

O hemisfério sul teve em 2009 seu ano Amis quente desde o início dos registros científicos mais precisos, em 1880, diz uma análise divulgada pelo Instituto Goddard de Estudos Espaciais.

 

Década passada foi a mais quente já registrada, dizem EUA

 

Uma análise da Nasa indica que, em todo o planeta, o ano foi o segundo mais quente já registrado, atrás de 2005 e empatado com 1998, 2002, 2003, 2006 e 2007.

 

"Sempre há interesse nos números da temperatura anual e na colocação de cada ano no ranking, mas isso geralmente não é tão importante", disse, em nota, o diretor do Instituto Goddard, James Hansen. "Há muita variação de um ano para o outro, causada pelo ciclo El NIño-La Niña.

 

Mas quando tiramos a média das temperaturas por cinco ou dez anos, para minimizar essa variabilidade, vemos que o aquecimento global continua firme".

 

O período de janeiro de 2000 a dezembro de 2009 marcou a década mais quente já registrada. Ao longo das últimas três décadas, o registro de temperaturas na superfície terrestre do instituto mostra uma tendência de alta de 0,2º C a cada década.

Mais conteúdo sobre:
aquecimento global nasa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.