Agenda ambiental precisa ser levada a sério na eleição

Tania Valeria Gomes

03 Agosto 2012 | 00h37

De olho nas eleições municipais deste ano, a SOS Mata Atlântica lançou nesta quinta-feira, 2, a “Plataforma Ambiental aos Municípios 2012”. O objetivo é destacar pontos importantes da agenda ambiental que não podem ser deixados de lado nas discussões de planos de governo dos candidatos.

A ferramenta, elaborada em parceria com a Frente Parlamentar Ambientalista e com a Associação Nacional de Órgãos Municipais de Meio Ambiente (ANAMMA), sugere propostas aos candidatos de cidades que têm área de Mata Atlântica em seus territórios. O documento destaca cinco eixos principais:

1. Desenvolvimento sustentável;
2. Clima;
3. Educação;
4. Saúde e
5. Saneamento básico.

Além de procurar o apoio dos candidatos para os temas ambientais – tão importantes para a promoção da saúde e bem-estar da população e que com frequência são deixados em segundo plano pelos políticos -, a ONG também convoca os eleitores a se engajarem e encaminharem a Plataforma aos candidatos de seu município. A campanha, assim, pretende deixar a população mais consciente e mais crítica na hora de decidir o voto.

Entre as propostas defendidas na Plataforma estão o fortalecimento de cooperativas e associações de catadores e a promoção de políticas públicas que incentivem a preservação do bioma pelos proprietários de terras.

A “Plataforma Ambiental aos Municípios 2012” está disponível neste endereço:

Documento

  •    PDF