Os jardins da Catedral de Notre-Dame

Lucia Damico

21 Maio 2012 | 12h54

A Catedral de Notre-Dame de Paris é uma das mais antigas igrejas francesas em estilo gótico. Sua construção começou no ano de 1163. Minha amiga Wendy Kerr esteve recentemente por lá, durante alguns dias de férias. Ela sabe da paixão que tenho pelas plantas e flores. Por isso, me enviou estas lindas imagens de um jardim de Tulipas e Petúnias que fica ao longo do lado direito da catedral, bem pertinho do Rio Sena.

Para quem não sabe, as tulipas são originárias da Turquia e tem o nome inspirado na palavra turco-otomana tülbend, posteriormente afrancesada para tulipe, que originalmente significa turbante, considerando a forma da flor invertida. Embora as tulipas não se adaptem bem ao clima brasileiro, é possível induzir a planta a, pelo menos, ter mais uma floração, simulando as condições climáticas do seu habitat natural para estimular os bulbos a brotarem.

Quando você adquirir um vaso de tulipas, dê preferência aos que ainda estejam com as flores em botão. Dessa forma, você poderá aproveitar a beleza da flor por mais tempo. A dica é conservar o vaso em um local fresco e com luminosidade. O ideal é evitar vento e sol forte. Pode-se colocar algumas pedras de gelo sobre a terra no vaso, pela manhã e ao entardecer, a fim de diminuir o excesso de calor.

Se a intenção é ter sempre a planta, tão logo as flores murchem, corte-as, inclusive as folhas. Retire então os bulbos da terra, realize a limpeza cuidadosamente com o auxílio de uma escova macia e deixe em local fresco e arejado por cerca de 3 meses, sem molhar.

Após esse período, plante os bulbos em um novo vaso, com terra vegetal umedecida, sem que esteja encharcada. Embrulhe o vaso em um plástico e guarde no congelador durante cerca de 6 meses, em uma temperatura ideal de 2 a 5 graus. Passado esse tempo, retire o vaso da geladeira e coloque-o em local fresco e com boa luminosidade por mais 2 meses, mantendo a terra sempre úmida. Após esse procedimento, o vaso novamente embrulhado em plástico deve retornar ao congelador, onde deve permanecer por mais 6 meses. Concluída esta etapa, o vaso deverá ser colocado em um local iluminado: a tulipa deverá florescer num período entre trinta a cinquenta dias. O processo é demorado, mas vale a pena!

Outra espécie que encontramos nos jardins de Notre-Dame são as Petúnias (Petunia hibrid), originárias de locais tropicais e subtropicais da América do Sul. A maioria das petúnias encontradas em jardins é híbrida (procriados por duas espécies distintas, mas pertencentes ao mesmo gênero). É o resultado do cruzamento entre duas espécies diferentes ou entre duas linhagens puras de uma mesma espécie.

A planta prefere o Sol, floresce na primavera e no verão e pode apresentar-se nas cores vermelha, azul, rosa, laranja, salmão, púrpura e branca. São consideradas clássicas para plantio em vasos suspensos e floreiras. É recomendado que o plantio seja feito durante a primavera e não fazer a semeadura muito próxima umas das outras, assim elas crescerão mais rapidamente. Não regue em demasia. Muita água pode causar estragos. De tempos em tempos adicione fertilizantes e retire as folhas murchas regularmente.

Curta Flores de Lulu no Facebook
Siga o @FloresdeLulu no Twitter
Mande críticas e sugestões para floresdelulu@gmail.com