A flor certa para o Dia da Mulher

Lucia Damico

08 Março 2012 | 07h44

Tudo começou em 8 de março de 1857, quando operárias de uma fábrica de tecidos de Nova York fizeram uma grande greve.

Elas ocuparam o local para reivindicar melhores condições de trabalho. Foram reprimidas violentamente e trancadas no prédio, que foi incendiado.

Aproximadamente 130 tecelãs morreram carbonizadas naquele dia, num ato totalmente desumano.

Somente em 1910, durante uma conferência na Dinamarca, ficou decidido que o dia 8 de março passaria a ser o ‘Dia Internacional da Mulher’, em homenagem às trabalhadoras mortas.

Em 1975, por meio de um decreto, a data foi oficializada pela Organização das Nações Unidas (ONU).

Então, vamos lembrar destas mulheres valentes que perderam a vida de forma tão bárbara lutando por seus direitos.

Ofereça uma rosa às mulheres que trabalham fora, cuidam da casa, dos filhos e se dedicam totalmente à correria que a vida impõe.

E lembre-se que cada cor tem sua mensagem.

Rosas brancas simbolizam a pureza, a inocência. Amarelas transmitem alegria. Cor-de-rosa é oferecida como forma de agradecimento. E a rosa vermelha é o maior símbolo do amor.

Dê um presente as mulheres, as mais belas e verdadeiras flores.