SERIAL KILLER DE CÃES
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

SERIAL KILLER DE CÃES

Dener Giovanini

26 Outubro 2011 | 00h20

A polícia de Amélia Rodrigues, município que fica a 80km de Salvador-BA, concluiu o inquérito que investigava a morte de diversos cães naquela cidade.
E o resultado da investigação apontou que o ex-prefeito da vizinha cidade de Conceição do Jacuípe, João Barros de Oliveira, envenenou pessoalmente, 47 cães de diversas raças para se vingar de um suposto ataque de um dos cachorros a uma vaca de sua fazenda.

Segundo o delegado responsável pelo caso, João Antônio Teixeira, existem diversas testemunhas que viram o ex-prefeito distribuir carne com veneno para os cães da sua vizinhança. Há relatos informando que João barros, também conhecido por João Roque, foi de casa em casa jogando a isca envenenada por cima de muros e cercas dos terrenos que fazem limite com a sua propriedade.
Os donos dos animais, revoltados, deixaram alguns cães assassinados na entrada da fazenda do ex-prefeito. A quantidade de veneno que foi colocada na carne era tão grande, que chegou a matar alguns urubus que se alimentaram da carcaça dos cães.

Ainda de acordo com o delegado, o ex-prefeito será indiciado pelo crime de maus tratos a animais.

Cabe lembrar ao leitor que a pena para maus tratos a animais é estabelecida entre 03 meses e 01 ano de reclusão. Porém, todo crime cuja pena não ultrapasse 2 anos de reclusão, é considerado de “menor poder ofensivo” e a punição é substituída por prestação de serviços a comunidade. Portanto, caso condenado, o ex-prefeito de Conceição de Jacuípe deverá, no máximo, distribuir meia dúzia de cestas básicas, se tanto. Triste.

Na foto de Antônio Saturnino, publicada no Correio*, vemos um dos cães envenenados.

Mais conteúdo sobre:

AnimaisCrimes ambientaisDenúncia