IRMÃ DOROTHY 1
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

IRMÃ DOROTHY 1

Dener Giovanini

06 Setembro 2011 | 16h20

A Justiça do Acre decidiu, nessa terça-feira, recusar o pedido de novo julgamento do fazendeiro Regivaldo Pereira Galvão, condenado a 30 anos de reclusão pelo assassinato da irmã Dorothy Stang em 2005.  Os advogados do réu alegaram que ocorreu cerceamento da defesa durante o julgamento. Além de rejeitar o pedido de um novo júri por unanimidade, a Justiça do Pará determinou a imediata prisão do fazendeiro, que na região é conhecido pela alcunha de “taradão”. Ponto para a Justiça brasileira.

Local onde foi assassinada a Irmã Dorothy, em Anapú/PA. Foto: Dener Giovanini