Dilma precisa equilibrar
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Dilma precisa equilibrar

Dener Giovanini

23 Novembro 2014 | 23h35

A ser confirmado o nome de Kátia Abreu para o Ministério da Agricultura, a presidente Dilma Rousseff parece que estará fazendo a opção pela “composição parlamentar” para fortalecer a sua relação com o Legislativo. O indicado para o Ministério do Desenvolvimento, Armando Monteiro, também é um político com bom trânsito no Congresso. Chama a atenção o fato dos dois nomes terem comandado importantes Confederações nacionais, a da Agricultura, no caso de Abreu e a da Indústria, de Monteiro.

Apesar da insatisfação dos movimentos sociais, a senadora Kátia Abreu é um nome forte no setor do agronegócio e tem a capacidade de articulação necessária para levar apoio ao governo.

No jogo político, pode parecer ser uma decisão acertada, porém, trata-se de uma aposta muito arriscada da presidente.

Dilma diminuirá os riscos se também escolher políticos com boa articulação parlamentar e social nas pastas sensíveis aos movimentos da sociedade organizada, em especial os Ministérios do Meio Ambiente e o do Desenvolvimento Agrário.

Foto: Marcello Casal Jr/ABr

Foto: Marcello Casal Jr/ABr