BANDITISMO NO AMAZONAS
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

BANDITISMO NO AMAZONAS

Dener Giovanini

06 Outubro 2011 | 00h34

Prefeito, vereadores, deputados, servidores públicos e até policiais são denunciados pelo MPF por impedirem fiscalização ambiental. Funcionários do ICMBIO quase foram linchados.

O Ministério Publico Federal – MPF, denunciou à justiça o prefeito do município de Lábria (AM), Gean Campos de Barros, junto com os vereadores Antônio Augusto de Almeida, Edvaldo Souza Gomes e Edenir Maia da Silva, além do deputado estadual Adjuto Rodrigues (PP), o coronel da Polícia Militar Elielcio Jorge Catete, o tenente Márcio José Leite, também da Polícia Militar do Estado e mais cinco servidores públicos.

Todos foram acusados de tentar impedir uma equipe do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade – ICMBIO de realizar um trabalho de fiscalização ambiental nas Reservas Extrativistas do rio Ituxi e do rio Médio Purus, no ano passado.

O prefeito, mais o vereador Antônio Moreira e um radialista local, Sebastião Braga, teriam utilizado inclusive, um sistema de som para convocar a população para irem até o hotel onde a equipe do ICMBIO estava hospedada e lá proferirem ameaças de linchamento caso a equipe de fiscalização deixasse o hotel para continuar o seu trabalho.

Até a Secretária de Estado do Meio Ambiente do Amazonas participou da tentativa de coação aos fiscais ambientais. Vejam o que informa o MPF:

Além das ameaças feitas pelos políticos locais, a equipe do ICMBio também teria sido alvo de agressões verbais feitas por uma comitiva de autoridades enviadas à cidade, com intuito de intimidar os servidores. Composta pela secretária de estado do meio ambiente do Amazonas, Nádia Cristina D’ávila, pelo deputado estadual Adjunto Rodrigues, por Elielcio George Catete, Márcio José Souza Leite, respectivamente, coronel e tenente da polícia militar do estado e mais três servidores, a comissão teria coagido os fiscais a pararem as inspeções, com o argumento de que isso seria feito pelo Estado do Amazonas.

Testemunhas afirmaram que as autoridades chegaram a ingressar, sem qualquer autorização, no domicílio de uma das fiscais do ICMBio e desferiram xingamentos e insultos contra a servidora.

O que esperar de um país onde autoridades públicas agem dessa forma?

Já não bastasse os funcionários do ICMBIO terem que enfrentar os bandidos ambientais, eles agora também terão que encarar criminosos que desfilam em carros oficiais?

Atenção senhor governador do Estado do Amazonas, Omar Aziz: o senhor está devendo uma resposta à população brasileira. Que governo é esse que o senhor chefia? Que pouca-vergonha é essa no seu Estado? Cadê a sua autoridade para mostrar a porta da rua à quem joga lama na sede do governo do Amazonas?

Francamente!

Então governador Omar Aziz, que tal usar esse excesso de photoshop que existe na sua foto oficial para tentar melhorar a imagem do seu governo?

 

Mais conteúdo sobre:

Crimes ambientaisPolítica