Seminário idealizado por Edgar Morin aborda sustentabilidade no Tocantins

Rodrigo Martins

18 Junho 2009 | 20h55

A Universidade Federal do Tocantins vai sediar, entre os dias 22 e 24 de Junho, o Seminário Internacional “Crise Civilizacional: Distintos Olhares – Transição de Paradigma de Desenvolvimento nos Países do Sul”.
Promovido pelo Instituto Internacional de Pesquisa sobre Política Civilizacional, com sede na França, o seminário é realizado duas vezes ao ano, uma no hemisfério Sul e outra no Norte, com o objetivo de debater as transformações que vêm ocorrendo no mundo.

A escolha do Brasil coincide com as celebrações do ano da França no País e, nesse contexto, participarão dos debates acadêmicos como o filósofo e historiador francês Edgar Morin, que aos 88 anos é considerado um dos maiores pensadores da atualidade. Idealizador do seminário, Morin dividirá atenções com seu conterrâneo Michel Brunet, paleontólogo que descobriu, no início deste século, o fóssil do mais antigo ancestral do homem.

O seminário contará com a participação de figuras políticas e acadêmicos da Universidade de Nova York, Brasília e Paris. Mais informações podem ser obtidas pelo site www.distintosolhares.com. A participação é aberta ao público e todo o conteúdo das palestras poderá também ser acessado pela internet.