Mas nem peixe?

Mas nem peixe?

Alessandra Luglio

25 Outubro 2016 | 16h04

Todo vegetariano está mais do que cansado de ouvir a seguinte pergunta: mas você não come nem um peixinho? Em primeiro lugar, é preciso deixar claro que a dieta vegetariana tem como seu princípio mais básico a isenção de qualquer carne animal, seja ela de boi, ave e, seguindo essa lógica, peixe!

fish

 

Porém, deixando um pouco de lado a filosofia da compaixão animal, que normalmente é o que leva as pessoas a adotarem uma dieta vegetariana, temos uma outra questão muito importante envolvida no consumo de peixes como fonte alimentar: a preservação do meio ambiente.


A pesca industrial é extremamente irresponsável e mata milhões de animais marinhos todos os anos. Nós comemos todos esses animais pescados? Não! Acontece que é o método utilizado na pesca industrial arrasta em suas redes não só os peixes considerados “comestíveis”, mas também diversos outros animais marinhos que representam cerca de 20% do total capturado. Esses animais “extras” são jogados no lixo ou de volta ao mar, mortos ou machucados. No ritmo atual, a pesca industrial tem grande potencial para acabar com diversas espécies marinhas e afetar definitivamente o ecossistema.

pesca

Outro grande problema do consumo de pescados é a contaminação desses “alimentos” por mercúrio e cádmio, que afetam negativamente a saúde humana. Ambas substâncias são metais tóxicos e podem causar problemas cerebrais e cardiovasculares, além de apresentarem um risco ainda maior para crianças e gestantes.

Muitos podem pensar que o consumo de peixes é importante pelo aporte de ômega-3, porém esse nutriente pode ser encontrado facilmente no reino vegetal, principalmente na chia e na linhaça. Com cerca de 2 colheres de sopa por dia é possível alcançar uma boa quantidade, sem colocar em risco a sua saúde ou a do planeta.

linhaca

Fontes:

http://www.svb.org.br/livros/comendo_o_planeta.pdf